Qual a relação entre as normas e cursos em segurança do trabalho?

Bom dia, este é mais um artigo do site, falaremos hoje sobre um assunto que muitos já devem ter percebido, que é a relação entre as normas regulamentadoras de segurança do trabalho e os cursos de segurança do trabalho. É certo que existe uma relação entre essas duas palavras, “normas” e “cursos”, você já deve ter ouvido falar de “curso NR12” ou “curso NR 6” por exemplo, e é disso que iremos falar hoje, não irei me prolongar aqui para não estragar a surpresa. Vamos lá.

construção segurança do trabalho

Primeiramente, vamos entender o que são as normas regulamentadoras, você já conhece? então continue aqui mesmo assim, vamos relembrar juntos o que são essas famosas normas regulamentadoras de segurança do trabalho. Segundo o Wikipédia, podemos ler abaixo:

No Brasil, as Normas Regulamentadoras, também conhecidas como NRs, regulamentam e fornecem orientações sobre procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e saúde do trabalhador. Essas normas são citadas no Capítulo V, Título II, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Foram aprovadas pela Portaria N.° 3.214, 8 de junho de 1978, são de observância obrigatória por todas as empresas brasileiras regidas pela CLT e são periodicamente revisadas pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Então agora que sabemos o que são as normas regulamentadoras de segurança do trabalho, podemos entender melhor sua relação com os cursos de segurança do trabalho. Qual seria essa relação? Sendo trinta e seis normas regulamentadoras ao todo atualmente regentes no país Brasileiro, temos opções para diversos cursos, pois cada norma desta existem vários cursos ministrados para se especializar em uma norma especifica.

 nr36 trabalho em alturas segurança do trabalho

Um exemplo, existe o “curso NR 26 Sinalização de Segurança”, que é de extrema importância nas empresas, pois não pode faltar sinalização de segurança, sua ausência é um perigo e realmente deve ser evitado, sendo um ótimo curso para quem já trabalha na área e quer aprender mais sobre os laudos técnicos existentes, o que tem que ser feito para satisfazer esses laudos e muito mais.

Outro exemplo seria o “curso NR 35 – Trabalho em Altura” que é o curso responsável em ensinar o trabalhador a levar essa rotina de trabalho tão temida e importante nas grandes obras, com aproximadamente mais de dois metros do chão, o que já é considerada uma altura perigosa para se trabalhar e andar pelas tabuas ou seja lá onde acontece o trabalho, sem o equipamento de segurança adequado. Neste curso você aprenderá e se especializará em trabalho em altura, é importante não só o trabalhador conhecer essa norma regulamentadora de número trinta e cinco, porém todos os envolvidos, que são: o empregador, que irá fornecer os equipamentos de segurança para seus funcionários(EPIs), o fabricante de equipamento de segurança para trabalho em altura, que irá vender esses equipamentos para os empregadores, e lógico, o trabalhador, que irá utilizar do equipamento de segurança fornecido pela empresa onde ele trabalha, o qual deve ser seguro e confortável, pois é um trabalho perigoso, porém acidentes podem ser evitados, com atenção e equipamentos seguros.

Deixo um vídeo para você fixar melhor o que falei acima sobre as normas regulamentadoras de segurança do trabalho.